Gatos, estratégias para estimular a ingestão de mais água

Tutores de gatos estão buscando mais conhecimento sobre o manejo alimentar e comportamental dos seus felinos. Porém, poucos sabem como estimular corretamente a ingestão de água por esses animais originários do deserto. A baixa ingestão hídrica em gatos é uma questão muito importante a ser abordada devido às preocupações e consequências que ela pode causar.

O gato possui pouca sensibilidade à sede, por isso tende a ingerir menos água, quando comparado aos cães, por exemplo. Estratégias que estimulem os felinos ingerirem mais água podem fazer com que estes bichanos aumentem a produção de urina e, com isso, é possível diminuir a concentração de substâncias que podem originar os cálculos urinários ou “pedras”. Essa alteração reduz a qualidade de vida do animal e pode resultar em complicações mais graves. Dessa forma, para prevenir esse tipo de “problema” deve-se estimular o gato a beber mais água.

Os gatos possuem diversas preferências, uma delas é a ingestão de água corrente, porém, muitos tutores interpretam de maneira inadequada essa recomendação, oferecendo água direto da torneira, ou seja, o animal só irá beber água se o tutor abrir a torneira e isso pode se tornar um mau hábito, já que ele pode condicionar o animal a beber água somente nesse momento. Para corrigir essa interpretação, recomenda-se o uso de fontes para gatos. Porém, se não for possível o uso de fontes, o tutor pode optar por potes de cerâmica ou inox, os quais mantêm a temperatura da água “mais fresca” por mais tempo que os potes convencionais de plástico. Além dessa preferência, os gatos não gostam de tocar os seus “bigodes” nas paredes da fonte ou do bebedouro, ou seja, deve-se priorizar o uso de fontes e bebedouros com boca larga.

Outra dica prática para estimular a ingestão hídrica é o fornecimento de alimentos úmidos (sachês, patês, pedaços ao molho e molhos) com pelo menos 70% de umidade. Estudos demonstraram que gatos manejados com alimento úmido acabam por realizar maior ingestão de água via alimentação, o que é positivo nestes casos e, esta parece ser a estratégia mais eficiente!!!

Portanto, para facilitar a vida do seu gatinho, estimule-o com uma fonte e/ou com alimentos úmidos para ajudá-lo a ingerir mais água direta ou indiretamente.

 

Autora: Mariana Pamplona Perini

Junte-se a discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top